Dureza Cálcica

Dureza cálcica de uma água é a medida, geralmente expressa em PPM, de seu conteúdo em sais de cálcio dissolvidos.

Nas águas de piscinas, a preocupação com a dureza cálcica é justificada pelo fato de os sais de cálcio se combinarem com a alcalinidade – em pH elevado – para formar compostos insolúveis, os quais, quando presentes em grandes quantidades, provocam turbidez da água e incrustações calcáreas nos aquecedores e em outras superfícies.

Alta dureza cálcica também diminui a eficiência da desinfecção.

Águas com dureza excessivamente baixa também podem causar problemas como corrosão de argamassa (e outros materiais que contenham cálcio em sua composição, como cimento, cal, gesso etc.) e de metais.

A dureza cálcica recomendada para águas de piscinas é aquela que – situando-se na faixa ideal de 200 a 400 PPM – completa o seu equilíbrio, em alinhamento com o pH ideal e a alcalinidade total ideal.

 

Análise da dureza cálcica.

Deve ser feita mensalmente com o ESTOJO DE ANÁLISES e corrigida sempre que abaixo de 150 PPM.


Voltar

Piscinágua © Copyright 2017 - Todos os direitos reservados.